Pódio do GP da Rep. Checa entrou para a história do MotoGP

  • Redação Autoportal
Pódio MotoGP Rep. Checa (Lusa)
Pódio MotoGP Rep. Checa (Lusa)

A diferenças entre os três primeiros do GP da República Checa de MotoGP, que teve lugar no último fim de semana, foi a terceira mais curta desde 2002.

O pódio composto por Andrea Dovizioso, Jorge Lorenzo e Marc Márquez, vai ficar assim para a história do Campeonato do Mundo de Motociclismo, já que a diferença de 0,368s, entre o primeiro e o terceiro é a terceira mais curta do MotoGP, e a oitava mais reduzida da história do campeonato se analisarmos também as corridas de 500cc.

Conheça os oito pódios com as diferenças mais reduzidas entre os três primeiros da história do Mundial de Motociclismo.

1. GP de Austrália 1999: 1.º Tadayuki Okada, 2.º Max Biaggi, 3.º Régis Laconi, separados por 0,124s.

2. GP de Portugal 2006. 1.º Toni Elías, 2.º Valentino Rossi, 3.º Kenny Roberts Jr. separados por 0,176s.

3. GP de Brasil 1999: 1.º Norick Abe, 2.º Kenny Roberts Jr., 3.º Max Biaggi separados por 0,257s.

4. GP de Alemanha 2006: 1.º Valentino Rossi, 2.º Marco Melandri, 3.º Nicky Hayden separados por 0,266s.

5. GP de Japão 1993: 1.º Wayne Rainey, 2.º Kevin Schwantz, 3.º Dyaryl Beattie separados por 0,287s.

6. GP da Austrália  2000: 1.º Max Biaggi, 2.º Loris Capirossi, 3.º Valentino Rossi separados por 0,288s.

7. GP do Japão 1991: 1.º Kevin Schwantz, 2.º Mick Doohan, 3.º Wayne Rainey separados por 0,353s.

8. GP da República Checa 2018: 1: Andrea Dovizioso, 2º Jorge Lorenzo, 3.º Marc Márquez separados por 0,368s.

Comentários

Veja mais