F1 quer o GP de Espanha em Barcelona

  • Redação Autoportal
Formula 1: Testes em Barcelona (Reuters)
Formula 1: Testes em Barcelona (Reuters)

O Circuito de Barcelona-Catalunha está no calendário do Mundial de Fórmula 1 desde 1991. No entanto, o contrato atual vai terminar em 2019, e as negociações para a sua renovação vão arrancar nos próximos meses.

Contudo a situação política da Catalunha e a falta de um acordo para a formação de um governo estão a atrasar o acordo necessário para que a prova se mantenha em Barcelona com o apoio do poder político.

O diretor do circuito da Catalunha já veio no entanto deixar claro: “Organizamos uma das melhores corridas da temporada, numa cidade e num país onde a gasolina nos corre nas veias". "Acredito por isso que Liberty Media está consciente disso e que vamos trabalhar nos próximos meses para fechar um acordo de longo prazo de forma a manter o GP de Espanha em Barcelona", sublinhou Joan Fontseré, na apresentação do GP da Espanha de 2018.

Já Chase Carey, CEO do Grupo F1 lembrou que a "Espanha é um país com uma história rica no desporto". É um país que tem uma história muito importante e por isso é nosso objetivo continuar com o GP de Espanha. Para isso temos de trabalhar nos próximos meses para chegarmos a um acordo. Mas nós apreciamos muito a relação que temos com a Espanha e com os fãs espanhóis", frisou o norte-americano.

Comentários

Veja mais