MotoGP vai ter novas regras para a aerodinâmica em 2019

  • Redação Autoportal
Jorge Lorenzo (Lusa)
Jorge Lorenzo (Lusa)

A Comissão de Grandes Prémios da FIM aprovou em Assen, no último fim de semana, as novas regras de aerodinâmica para as motos de MotoGP, que vão entrar em vigor já a partir da próxima temporada.

Em comunicado a comissão esclarece que vão existir novos limites no que toca às dimensões da carenagem aerodinâmica, bem como restrições à combinação de peças da carenagem.

Desta forma deixa de ser possível remover ou trocar componentes aerodinâmicos significativos. Por outro lado, o processo de aprovação da carenagem aerodinâmicas passa a ter como base o histórico das temporadas anteriores, passando a ser desta forma mais objetivo.

Recorde-se que atualmente, as equipas estão restritas a dois projetos diferentes de carenagem por temporada. Uma versão 'padrão' que deve ser homologada antes do início de cada temporada e uma 'evolução' que pode ser introduzida em qualquer corrida do ano.

Contudo algumas equipas de fábrica – nomeadamente a Ducati – utilizam projetos com vários componentes, para que possam ser adicionadas ou removidas de forma a atender às exigências aerodinâmicas dos diferentes circuitos, o que com as novas regras para 2019 vai terminar.

Comentários

Veja mais