MotoGP: "Ducati não pode pagar o que Jorge Lorenzo pede"

  • Redação Autoportal
Jorge Lorenzo
Jorge Lorenzo

Davide Tardozzi diretor da Ducati veio agora deixar claro que acredita que Jorge Lorenzo vai permanecer na marca de Borgo Panigale por mais duas temporadas.

Em entrevista ao Tutto Motori Web, Tardozzi, não garante contudo que o espanhol continue na equipa até porque a Ducati não parece disposta a pagar o que o piloto pede.

O manager da marca italiana esclareceu que a questão financeira é diferente daquela que se viva na altura em que Lorenzo assinou pela Ducati: “Quando o fomos buscar à Yamaha, Lorenzo era campeão do mundo e tinha um contrato já assinado de 10 milhões. Então não pagamos demais por ele e a verdade é que nunca ninguém confirmou os 12 milhões de que se fala. Nessa altura Lorenzo era a figura do mercado. Agora não podemos dar-lhe o que ele nos pede e ele tem de entender que não lhe podemos dar uma Yamaha”.

A verdade é que na equipa da Ducati todos continuam empenhados em dar a Jorge Lorenzo uma moto um pouco mais personalizada de forma a que o piloto espanhol consiga melhores resultados e com isso decida renovar a sua ligação com a marca de Borgo Panigale.

Comentários

Veja mais