F1: Force India pode ter de correr com nova designação

Sergio Perez 12.º - 23 pontos (Lusa)
Sergio Perez 12.º - 23 pontos (Lusa)

A Force India pode ser forçada a terminar a temporada 2018 de Fórmula 1 com uma designação diferente daquela com que começou o campeonato.

Uma situação inesperada surgiu na semana passada, quando os planos do consórcio liderado por Lawrence Stroll para tirar a equipe de Silverstone da administração judicial não puderam avançar dentro do prazo estipulado de duas semanas, por causa dos problemas legais com os acionistas Vijay Mallya e da Sahara Group.

Em causa está a luz verde por parte de 13 bancos indianos para que o negócio da compra dos bens da equipa possa avançar já que a Diageo tem na sua posse um instrumento legal que permite ficar com os bens da Force India até que seja paga uma dívida, no caso, um empréstimo realizado por Vijay Mallya.

Perante esta situação, o prazo para a venda da equipa chegou ao fim e a Urakali, empresa química russa liderada por Dmitry Mazepin, pai do piloto de testes da Force India, Nikita Mazepin, veio agora deixar claro que “apesar de ter expirado o prazo dado pelo administrador judicial para a compra da equipa, não há nenhum plano de recuperação submetido ao tribunal para apreciação, o que confirma que a Force India permanece em administração judicial”.

Recorde-se que na semana passada, Lawrence Stroll comprou os ativos da equipa, como carros, a fábrica de Silverstone, os equipamentos e tudo o que é necessário para manter a Force India na Fórmula 1 - com exceção da licença, paga, para competir no Mundial de Fórmula 1, que continua em administração judicial, mas sem qualquer bem físico, não tendo por isso capacidade para colocar em pista um único carro.

Ora esta situação deixa a equipa de mãos atadas, até porque a Renault, McLaren e Williams bloquearam a possível mudança de nome e a transferência dos direitos comerciais para as mãos dos novos donos da equipa. Essa situação pode levar a que Force India possa perde os prémios em dinheiro que a Fórmula 1 paga a cada equipa pelo seu desempenho no final de cada temporada.

A FIA será agora chamada a intervir mas o que é certo é que a equipa da Force India já está em Spa-Francorchamps, onde no fim de semana terá lugar o GP da Bélgica.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais