Stoffel Vandoorne acusa a McLaren: "Sacrificaram a minha corrida"

  • Redação Autoportal
Stoffel Vandoorne - McLaren (Reuters)
Stoffel Vandoorne - McLaren (Reuters)

Stoffel Vandoorne não ficou satisfeito com as decisões da sua equipa no GP do Mónaco que teve lugar no último fim de semana.

O piloto da McLaren, sem resultados nas últimas duas corridas, e com dois nonos e um oitavo como melhores resultados até agora, parece que ficou nervoso e disparou na direcção de Fernando Alonso e da McLaren reclamando de ter sido propositadamente prejudicado pela equipa na entrada para a troca de pneus de forma a beneficiar o resultado do piloto espanhol.

"Eu senti que fui sacrificado", disse o piloto belga aos microfones da televisão depois da corrida, "acho que deveria ter entrado para trocar de pneus cinco voltas antes. O Fernando estava bem na frente quando teve de entrar na 20.ª volta e eu entrei quando o dano já estava feito, foi decepcionante ", acrescentou Vandoorne.

Para além de deixar claro que a estratégia da equipa não foi a melhor o piloto belga critica ainda demora para regressar à pista. "Eu não sei o que aconteceu, mas a luz verde não acendeu, perdemos alguns segundos e muitas posições na pista. É muito decepcionante, estávamos com a mesma estratégia que o Nico Hulkenberge e deveríamos ter terminado logo atrás ou mesmo na frente dele".

Recorde-se que Stoffel Vandoorne terminou o GP do Mónaco na 14.ª posição depois de ter largado para a corrida da 12.ª da grelha de partida e que Fernando Alonso acabou por abandonar a corrida com problemas de caixa do seu monolugar. 

 

Comentários

Veja mais