Toto Wolff: “O duplo abandono no GP da Áustria é difícil de digerir”

  • Redação Autoportal
Lewis Hamilton (Lusa)
Lewis Hamilton (Lusa)

O responsável pela Mercedes no Mundial de Fórmula 1, Toto Wolff não escondeu o seu desapontamento com o abandono dos dois carros da equipa no GP da Áustria.

O director-executivo da formação germânica lembrou que o fim de semana de Red Bull Ring, “foi o mais doloroso dos últimos seis anos. Perder a possibilidade de alcançar primeiro e segundo lugar desta forma, com erros próprios e falta de fiabilidade, deixa-nos muito tristes”.

Para Wolff, tudo corrida bem até ao abandono de Valtteri Bottas: “Conseguimos uma primeira volta espectacular. O Lewis Hamilton fez um bom arranque e o Valtteri recuperou muito bem na primeira volta. Tudo parecia estar bem nas primeiras 13 voltas, com os nossos pilotos a controlarem a corrida e a gerirem o ritmo. Contudo o abandono do Valtteri depois de perder pressão hidráulica, acabou por levar a uma situação de safety car virtual, onde decidimos manter o Lewis em pista durante uma volta porque pensámos que seria mais demorado tirar o carro de Valtteri da pista. Demoramos a reagir e o safety car virtual terminou mais cedo do que o previsto, e acabamos por tomar a decisão errada”, sublinhou Toto Wolff.

O responsável pela equipa da Mercedes lembrou ainda que o erro acabou por deixar Hamilton numa situação difícil. “Parámos assim que a corrida foi reatada, colocámos os pneus macios e depois tivemos que tentar recuperar em pista. Ao fazê-lo, os pneus traseiros ficaram bastante degradados e o Lewis perdeu a posição para o Sebastian Vettel. Depois tivemos de realizar uma segunda paragem quando não havia já nada a perder. Mas pouco depois, o carro do Lewis sofreu uma perda de pressão de combustível e forçou-o a abandonar”.

Apesar do desaire no GP da Áustria, Wolff  prometeu uma reacção no GP da Grã-Bretanha: “Um duplo abandono devido à fiabilidade é difícil de digerir mas sabemos por experiência que é nos dias difíceis que aprendemos mais. Vamos levantar-nos nos próximos dias, aprender com os erros e vamos para Silverstone com a cabeça erguida”.

 

Comentários

Veja mais