Moto2: Miguel Oliveira é sexto na vitória de Bagnaia

  • Redação Autoportal
Miguel Oliveira
Miguel Oliveira. GP de França

Miguel Oliveira terminou este domingo o GP de França, quinta ronda do Campeonato do Mundo, na sexta posição, depois de ter largado para a corrida da 10.ª posição da grelha.

Numa corrida em que Xavi Vierge, que foi o segundo mais rápido da qualificação foi obrigado a sair do pit-lane, depois de problemas com a sua Kalex, Francsco Bagnaia, o homem da pole-psoition realizou um excelente arranque assumindo de imediato a frente da corrida.

Na roda do italiano da SKY Racing Team VR46, surgia Álex Márquez e os dois rapidamente ganharam uma ligeira vantagem na frente para os seus mais diretos adversários. Já Miguel Oliveira saltava rapidamente para a sétima posição, ultrapassando na primeira volta Joan Mir e Lorenzo Baldassari

Na frente Márquez estava bem perto de Bagnaia, enquanto mais atrás a corrida terminava para, Sam Lowes, Iker Lecuona e Jorge Navarro que acabavam na gravilha.

Miguel Oliveira mostrava então dificuldades em subir na classificação e era ultrapassado por Mir, Baldassarri e Binder, caindo assim rapidamente para o oitavo lugar.

Na frente do piloto português da KTM Ajo, Baldassari sofria uma queda e hipotecava a possibilidade de uma boa classificação no GP de França. Oliveira beneficiava com a queda do piloto italiano e ascendia desta forma uma posição e entrava assim na luta pelo quinto lugar.

Atrás do piloto português surgia agora Xavi Vierge, que depois de ter saído da última posição estava mais rápido e disposto a trepar mais alguns lugares na classificação, acabando mesmo por ultrapassar Miguel Oliveira

Na frente só mesmo uma queda ou um azar mecânico poderia impedir Francesco Bagnaia de somar a sua terceira vitória na temporada e assim dilatar a vantagem na liderança do campeonato.

Isto numa altura em Joan Mir já era terceiro, depois de ultrapassar Marcel Schrotter, com Miguel Oliveira a ganhar uma nova alma depois de subir ao sexto lugar, após se despachar de Romano Fenati.

Até final da corrida, Oliveira tudo fez para terminar em quinto, mas Xavi Vierge defendeu-se muito bem dos ataques do piloto português que desta forma alcança o seu melhor resultado no GP de França, onde nunca tinha ido além da oitava posição.

A vitória essa foi para Francesco Bagnaia, que liderou as 25 voltas da corrida relegando para a segunda posição Álex Márquez que terminou a 2,709s do vencedor, enquanto Joan Mir alcançou o seu primeiro pódio de Moto2, ao concluir o GP de França no lugar mais baixo do pódio a 4,865s do vencedor.

Nas contas do Campeonato do Mundo de Moto2, Bagnaia é o líder com 98 pontos, Miguel Oliveira subiu ao segundo lugar com 73 pontos, Álex Márquez é agora terceiro com 67 pontos seguido por Baldassari com 64 pontos e Passini com 58 pontos, que fecham o top cinco.

A próxima ronda do Mundial de Moto2 é o GP de Italia que terá lugar em Mugello a 3 de junho.

Filme da corrida.

Comentários

Veja mais