MotoGP: recorde 10 momentos marcantes da carreira de Dani Pedrosa

  • Redação Autoportal
Dani Pedrosa
Dani Pedrosa

Dani Pedrosa anunciou na quinta-feira que vai colocar um ponto final na sua carreira no MotoGP, após 18 anos no Mundial de Velocidade.

O piloto espanhol esteve muito tempo ao mais alto nível , e somou muitos êxitos, apesar de na classe rainha nunca ter conseguido chegar ao título.

Dani Pedrosa nunca completou uma temporada sem alcançar pelo menos dois pódios, e desde o seu segundo ano, nunca fechou uma época sem vencer pelo menos uma corrida.

Dos seus 153 pódios e 54 vitórias, repartidas entre as 125cc, 250cc e MotoGP, escolhemos 10 momentos pela importância que tiveram para o piloto espanhol:

GP Japão de 2001 - Dani Pedrosa faz a sua estreia no Mundial. A corrida inaugural da temporada de 2001 na categoria de 125cc. Dani, com apenas 15 anos era o piloto mais jovem da história a disputar uma corrida do Campeonato do Mundo,.

GP Holanda de 2002 – Assen foi o cenário prefeito para a primeira vitória de Dani Pedrosa no Mundial. Pole position e vitória, para o espanhol de 16 anos de idade que não tardaria a conquistar o respeito dos seus rivais num dos circuitos mais difíceis do campeonato.

GP Malásia 2003 – Depois de quatro vitórias e cinco pódios, a quinta vitória acontecia na última corrida do ano em Sepang, local onde Pedrosa festejou a conquista do seu primeiro título, e perfilando-se como uma das promessas do mundial de motociclismo.

GP África do Sul 2004 – Pedrosa surpreendia tudo e todos. Com apenas 18 anos e meses depois de ter fraturado os tornozelos em Phillip Island, o piloto estreante na categoria intermédia do mundial, vencia a sua primeira corrida nas 250cc, derrotando Randy De Puniet na última curva da corrida.

GP Austrália 2004 - Dani Pedrosa alcança o título de Campeão do Mundo de 250cc, num circuito de más memórias. O piloto espanhol tornava-se na grande promessa motociclismo, depois de terminar o ano de estreia nas 250cc, com o título debaixo do braço e um balanço de 7 vitórias e 13 pódios.

GP Austrália 2005 - Vitória en Phillip Island para fechar o ano do seu segundo título de Campeão do Mundo de 250cc, o terceiro da sua carreira, numa temporada em que Dani Pedrosa alcançou 8 vitórias e 11 pódios. Entrava assim pela porta grande no MotoGP.

GP Espanha de 2006 - Dani Pedrosa fazia a sua estreia no MotoGP com a Honda oficial. Uma corrida onde apenas Loris Capirossi o impediu de se estrear no MotoGP a vencer.

GP China 2006 - Dani Pedrosa conquistava a sua primeira vitória na classe rainha, num fim de semana perfeito. Pedrosa bateu o seu companheiro de equipa Nicky Hayden, alcançou a sua primeira vitória e primeira pole e ainda conseguiu a volta mais rápida da corrida.

GP da Comunidade Valenciana 2012 -  Foi a temporada em que Dani Pedrosa esteve mais perto de alcançar o tão desejado título de campeão de MotoGP. Cinco vitórias e um total de 15 pódios, numa temporada em que ficou a 18 pontos de Jorge Lorenzo que foi o Campeão. Em Valência, numa corrida que começou com piso molhado, Dani Pedrosa fechou a temporada com uma vitória.

GP Japão de 2015 – Dani Pedrosa alcançava a sua vitória número 50 no mundial de MotoGP com uma lição magistral de condução no molhado. Em casa da Honda, o piloto espanhol mostrou todas as suas qualidades deixando Valentino Rossi a mais de 8 segundos. Esta não foi a sua última vitória deste ano, mas a temporada de Dani Pedrosa ficou marcada pelas lesões que afetaram bastante o desempenho do piloto espanhol.

Dani Pedrosa  vai terminar a sua carreira no final desta temporada e o certo é que vai deixar um vazio no MotoGP, difícil de preencher devido as suas qualidades como piloto, mas também como pessoa.

MotoGP: Dani Pedrosa anuncia retirada

 

Comentários

Veja mais