Jonathan Rea reconhece que tem propostas para o MotoGP

  • Redação Autoportal
Jonathan Rea (reprodução Twitter WorldSBK)
Jonathan Rea (reprodução Twitter WorldSBK)

Jonathan Rea ainda não decidiu se vai continuar no Mundial de Superbikes em 2019, e pode mesmo dar o salto para o MotoGP.

Aos 31 anos de idade, o tricampeão do mundo, já deixou claro que para rumar ao Mundial de MotoGP teria de ser integrado numa equipa de fábrica.

Citado pelo «Motosport.com», o piloto britânico da Kawasaki veio referir agora que: “neste momento estou a analisar a minha continuidade com a Kawasaki por mais dois anos no Mundial de Superbike, o que me deixa entusiasmado. Estou também a avaliar algumas propostas que foram feitas por equipas do MotoGP”.

Rea deixou no entanto a certeza de que o seu futuro vai ficar definido rapidamente, antes mesmo da próxima ronda do mundial de Superbikes que terá lugar na República Checa a 10 de junho: “Estou certo que antes de Brno vou saber o que farei a partir de 2019 e nessa altura vocês também vão ficar a saber”.

Recorde-se que no Mundial de MotoGP estão apenas quatro vagas em aberto nas equipas de fábrica: Aprilia, Ducati, Honda e Suzuki. Contudo o número de fortes candidatos a ocuparem estes lugares é grande.

 

Comentários

Veja mais