Márquez quer ponto final na polémica: "Aceito que cometi um erro"

  • Redação Autoportal
Marc Márquez (Lusa)
Marc Márquez (Lusa)

Marc Márquez falou esta tarde aos jornalistas em Austin, numa sala de imprensa cheia, depois da polémica com Valentino Rossi no GP Argentina.

O piloto espanhol que durante a manhã desta quinta-feira reuniu com a Comissão de Segurança, sublinhou que não teve qualquer tipo de problema em falar com Rossi na reunião.

“O que disse na Argentina foi o que disse agora. Sou um piloto, uma pessoa, que gosta de melhorar, e apreender com os erros, como foi o caso. Aceito que cometi um erro. Fui penalizado por ele. Fui pedir desculpas por isso. Não tenho qualquer problema nem qualquer rancor em falar com ele”.

Quanto às criticas que surgiram de muitos quadrantes em relação ao comportamento do piloto da Honda, entre as quais as do antigo campeão do mundo, Kevin Schwantz, o espanhol acrescentou: “Surgiram muitas opiniões diferentes, todas elas respeitáveis, mas estou focado no trabalho em pista e nada mais.”

Márquez deu a entender estar interessado em terminar de vez com a polémica em torno do GP da Argentina e seguir em frente comentando ainda o facto de Valentino Rossi ter sublinhando que tinha medo de estar em pista com ele. “São opiniões e sentimentos respeitáveis, mas, sobre isso, o que posso dizer é que na moto nunca tive medo”.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais