MotoGP: Márquez vence o GP da Holanda na melhor corrida do ano

  • Redação Autoportal
Marc Márquez (Lusa)
Marc Márquez (Lusa)

O Circuito de Assen assistiu este domingo aquela que foi a melhor corrida da temporada até ao momento com quatro marcas diferentes a lutar pelos cinco primeiros lugares, ao longo das 26 voltas da corrida.

Um verdadeiro sonho de corrida para os fãs do MotoGP, com ataques e respostas, com vários líderes, ultrapassagens arriscadas e incerteza quanto ao vencedor até final da corrida.

Na largada, Marc Márquez que saiu da pole assumiu o comando da corrida, mas o destaque foi Jorge Lorenzo que saindo da segunda linha rapidamente chegou ao segundo lugar e disposto a usar rapidamente do ‘martelo’ para subir à liderança da prova. Já Valentino Rossi que saiu do terceiro lugar, acabou por largar mal e caiu para quinto.

Ainda na primeira volta, Lorenzo ultrapassou Márquez num duelo intenso, mas o líder do Mundial respondeu e voltava ao comando, mas foi sol de pouca dura porque Lorenzo voltava a atacar e passava  para primeiro com Rossi a aproveitar e a ultrapassar Márquez que caia numa assentada para terceiro.

Lorenzo e Rossi estavam tão perto um do outro que num erro do espanhol na curva 13, Rossi toca na traseira da Ducati de Lorenzo, mas ambos se mantêm nas suas posições.

O ataque de Márquez aos dois da frente não se fez esperar e o piloto espanhol da Honda ultrapassava Valentino Rossi que caia de segundo para quinto ao ser ultrapassado por Andrea Dovizioso e Alex Rins.

Quem surgia em bom ritmo era Maverick Viñales, que estava já na roda do seu companheiro de equipa. A corrida estava viva e Márquez, de novo em segundo, tentava encontrar um erro na pilotagem do líder, Lorenzo.

Com um ritmo diabólico, Alex Rins ultrapassava Márquez para subir ao segundo lugar, numa ultrapassagem apertada com o líder do mundial a quase caír, um caso que a Direção de Corrida analisou mas considerou situação de corrida. Com o toque entre Rins e Márquez, aproveitou Dovizioso que subiu ao terceiro lugar, com Márquez a cair para quarto.

Na frente corrida as ultrapassagens não paravam. Lorenzo acabou mesmo por perder a liderança para Dovizioso, mas Márquez, que estava mais forte ultrapassava Lorenzo, e lançava-se na perseguição a Dovizioso.

Numa corria eletrizante entrava-se nas últimas 10 voltas, com Viñales, que tinha aproveitado a ‘guerra’ dos da frente para se colar aos líderes, a passar para o comando.

A cinco voltas do final Márquez e Viñales forçavam o andamento de tal forma que cometiam um erro ao saírem largo numa curva, com Dovizioso e Rossi a aproveitarem e assumirem a liderança, numa altura em que Jorge Lorenzo começava a perder terreno a mostrar que se tinham acabado os pneus para o homem da Ducati que chegou a Assen com duas vitórias consecutivas.

Rossi dava tudo para regressar às vitórias um ano depois, em Assen, e ultrapassava Dovzioso. A luta pela vitória estava ao rubro, e Márquez que rodava em terceiro acabou por aproveitar a intensa luta com os dois da frente para assumir o comando e esticar a corda ao máximo de forma a fugir aos seus mais diretos perseguidores.

O espanhol Honda conseguia ganhar uma ligeira vantagem sobre Rossi, e Dovizioso em terceiro. Com Márquez a fugir a luta pelos restantes lugares do pódio estava em aberto. Isto numa altura em que Márquez realizava a melhor volta da corrida ao rodar em 1m34,271s, mostrando assim que não iria deixar fugir a vitória no GP da Holanda

Rossi, Dovizioso, Viñales e Rins eram os candidatos aos restantes lugares do pódio, com Crutchlow a tentar aproximar-se. O final da corrida foi verdadeiramente de loucos, já que a duas voltas do final Rossi comete um erro e cai para quinto,  com Vinãles e  Rins a subirem a segundo e terceiro. O espanhol da Suzuki, revelou que as evoluções do novo motor da sua moto foram um passo em frente e acabou mesmo por alcançar o segundo lugar, relegando Viñales para o terceiro lugar do pódio. Andrea Dovizioso acabou no quarto lugar na frente de Valentino Rossi que fechou o top cinco.

Nas contas do campeonato Marc Márquez consolidou a liderança do Mundial e soma agora 140 pontos, mais 41 pontos que Valentino Rossi que é segundo e soma 99 pontos, enquanto Mavercik Viñales é terceiro com 93 pontos

A próxima ronda do Mundial de MotoGP é o GP da Alemanha a realizar a 15 de julho.

Classificação final do GP da Holanda de MotoGP

 

Veja aqui o  Filme da corrida

 

Comentários

Veja mais