Miguel Oliveira: “Foi um dia atípico mas sábado voltamos à normalidade”

Miguel Oliveira
Miguel Oliveira

As condições mistas que se fizeram sentir esta sexta-fera nas duas primeiras sessões de treinos livres de Moto2 para o GP da Grã-Bretanha, não permitiram a Miguel Oliveira evoluir na tabela de tempos.

Na sessão da manhã o piloto português da KTM Ajo sofreu uma queda na curva 3, sem consequências físicas, pelo que o restante tempo da sessão não foi o suficiente para Miguel Oliveira rodar e desenvolver uma afinação que lhe permitisse progredir na tabela de tempos.

Já na derradeira sessão desta sexta-feira, a chuva fez a sua aparição e condicionou a evolução de todos os pilotos, mas ainda assim Miguel Oliveira sentiu-se bastante confortável com a moto em piso molhado.

Na classificação conjunta das duas sessões, o piloto português terminou em 20º da tabela de tempos, depois de ter rodado na sua melhor volta em 2m10,111s.

“A queda na primeira sessão afectou o nosso plano de trabalho para este primeiro dia. Felizmente sem consequências físicas para mim. Durante a tarde esperava poder fazer mais voltas seguidas para ganhar confiança, mas a chuva no início da sessão voltou alterar os nossos planos. Ainda assim senti-me muito confortável no piso molhado e se chover no sábado ou no domingo sinto-me preparado para correr à chuva”, sublinhou Miguel Oliveira.

O piloto português reconhece que a terceira sessão de treinos livres que terá lugar no sábado de manhã vai ser determinante. “O nosso plano passa por dar muitas voltas, recuperar as sensações e melhorar alguns detalhes que sejam necessários melhorar na moto. Hoje o dia foi atípico mas amanhã voltamos à normalidade”.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais