Miguel Oliveira: “O 6.º lugar foi o melhor resultado possível”

  • Redação Autoportal
Miguel Oliveira (Lusa)
Miguel Oliveira (Lusa)

Miguel Oliveira volta a estar e destaque no Mundial de Moto2, ao recuperar 11 posições até à bandeira de xadrez no GP da Holanda que esteve domingo teve lugar no Circuito de Assen.

O piloto português da KTM Ajo voltou realizar uma espetacular recuperação, mas desta vez sem conseguir chegar aos lugares do pódio como aconteceu no GP da Catalunha.

Depois de ter largado da 17.ª posição da grelha, Miguel Oliveira terminou a corrida na sexta posição, numa corrida que o piloto português considerou bastante difícil. “A corrida foi difícil. O 6º lugar foi o melhor resultado possível. Vamos para a próxima corrida, na Alemanha, onde o ano passado fomos muito competitivos e lutámos pela vitória com a convicção de que nos aproximamos cada vez mais pela luta do campeonato. Estamos muito positivos e otimistas em relação ao futuro”, afirmou Miguel Oliveira.

O piloto português reconheceu ainda que o trabalho realizado durante o fim de semana poder permitir melhores qualificações no futuro. “Este fim de semana experimentámos várias soluções para nos tentar ajudar na qualificação. Foi um fim de semana onde entendemos muitas coisas, foi positivo para o resto da temporada, porque é nestes momentos difíceis que entendemos cada vez mais a moto e também pressionamos um pouco a fábrica para nos trazer outras soluções. A equipa está de parabéns, fez num trabalho fantástico, tentámos tudo este fim de semana, foram incansáveis comigo os técnicos, sempre a tentar encontrar alternativas para me ajudar a ser mais rápido”.

Com o resultado alcançado no GP da Holanda Miguel Oliveira consolida o 2º lugar na classificação geral do campeonato, com 128 pontos, a 16 do líder Francesco Bagnaia.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais