Miguel Oliveira: "Tenho de melhorar alguns aspectos da minha pilotagem"

  • Redação Autoportal
Miguel Oliveira
Miguel Oliveira

O primeiro dia de Treinos Livres para o GP da Áustria de Moto2, foi afetado pelas condições meteorológicas instáveis, que levou os pilotos a enfrentarem a chuva nos TL2.

Miguel Oliveira acabou esta sexta-feira com o décimo sexto melhor tempo combinado, a menos de meio segundo do mais rápido do dia que foi Francesco Bagnaia.

O piloto português da KTM Ajo conseguiu estar no ritmo dos da frente na primeira sessão, mas na segunda, com a forte chuva que caiu no Circuito de Red Bull Ring, acabou com o 30.º tempo.

Miguel Oliveira não correu riscos na última sessão do dia e realizou apenas nove voltas à chuva, nas duas saídas que realizou para a pista, numa sessão onde a chuva caiu consistentemente durante os 45 minutos dos TL2, provocando várias quedas entre o pelotão da classe intermédia.

“A ideia desta sexta-feira foi seguirmos a mesma estratégia que colocamos em prática na República Checa, preparando-nos bem para a qualificação, mas o tempo não permitiu trabalhar da mesma forma. De manhã, as coisas correram muito bem e estávamos muito perto do topo, a menos de meio segundo do mais rápido.  Esperávamos continuar a trabalhar na sessão da tarde, mas o tempo não esteve do nosso lado. Além disso, quando saí para a pista, foi quando choveu mais e não consegui melhorar o meu tempo", afirmou Miguel Oliveira. 

O piloto português reconheceu que espera uma melhoria das condições climatéricas para o fim de semana de forma a que possa continuar a trabalhar na estratégia traçada para o GP da Áustria, e confirmar as melhorias na qualificação registadas no GP da República Checa. "Eu sei que existem pequenos aspectos da minha pilotagem que tenho que melhorar para sábado. Espero que as condições do tempo sejam melhores, e que possamos continuar a trabalhar para por em prática o plano inicial”, acrescentou Miguel Oliveira.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais