Miguel Oliveira vence GP de Itália numa corrida intensa

  • Redação Autoportal
VÍDEO: Miguel Oliveira é a nova estrela em Moto2

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) venceu hoje o Grande Prémio de Itália em Moto2, sexta prova do campeonato do mundo de motociclismo de velocidade, cumprindo as 21 voltas em 39.42,018 minutos.

Foi uma intensa luta pela vitória até à bandeira de xadrez numa das corrida mais espectaculares dos últimos tempos de Moto2.

Logo na largada, Miguel Oliveira que saiu do 11º lugar da grelha de partida, saltou rapidamente para a quinta posição e no final da corrida estava já em terceiro.

Na frente, Marcel Schrotter foi o primeiro líder da corrida, mas uma queda na primeira curva deixou Francesco Bagnaia no comando.

Contudo o líder do campeonato rapidamente se viu ultrapassado por Oliveira que mostrou que estava em Mugello para vencer.

Mattia Pasini vindo do terceiro lugar acabou por surpreender Oliveira e Bagnaia e mostrava então um ritmo forte para tentar repetir a vitória conquistada em 2017.

A queda de Pasini já na reta final da corrida deixou Miguel Oliveira no comando, mas o português teve de lutar com Lorenzo Baldassari (Kalex), até final da corrida com mudanças constantes de posição.

Contudo Oliveira foi mais forte e acabou por vencer com Baldassari a cortar a meta na segunda posição a 184 milésimos do piloto português.

“Eu hoje decidi vencer e depois da queda do Pasini sabia que podia vencer a corrida. Os pneus eram a minha preocupação e depois do Pasini ter chegado à liderança tentei andar perto dele e gerir o desgaste dos pneus. Nem consigo descrever a sensação de vencer a corrida”, afirmou Miguel Oliveira no final da corrida.

No campeonato, Oliveira manteve o segundo posto com 98 pontos, mas reduziu para apenas 13 pontos a sua desvantagem para o comandante, o italiano Francesco Bagnaia (Kalex), hoje apenas quarto, logo atrás do espanhol Joan Mir (Kalex).

Veja aqui o Filme da corrida.

 

Comentários

Veja mais