Claudio Domenicali: “O divórcio com Jorge Lorenzo não foi um erro”

  • Redação Autoportal
Jorge Lorenzo e Claudio Domenicali
Jorge Lorenzo e Claudio Domenicali

O diretor executivo da Ducati, Claudio Domenicali, continua a defender que a saída de Jorge Lorenzo da equipa de Borgo Panigale no final da temporada para a Honda, não foi um erro, apesar do piloto espanhol ter alcançado três vitórias esta temporada e ocupar o terceiro lugar do mundial de MotoGP.

“Jorge Lorenzo é um grande piloto que não conseguiu aproveitar ao máximo a nossa moto”, afirmou Domenicali em entrevista ao jornal «La Gazzetta dello Sport». “Tudo tem o seu momento e não creio que tenhamos errado em nada. Todos tínhamos alguma informação nas mãos, tanto a Ducati como o Jorge, e todos tomámos as decisões”, acrescentou.

Apesar de lamentar a saída de Jorge Lorenzo, o diretor executivo da Ducati reconheceu que a marca tudo fez para dar as melhores condições ao piloto espanhol:"Lorenzo é um piloto muito bom e lamento que as coisas não tenham corrido bem. Fizemos tudo para dar as melhores condições a Lorenzo, com a moto e com a equipa”.

Claudio Domenicali reconheceu ainda que a Honda vai ter uma equipa muito forte nos próximos dois anos. “ Penso que é escusado dizer que Marc Márquez e Jorge Lorenzo são dois pilotos muito fortes. Mas, como vimos no último fim de semana em Monza com a Ferrari, podemos ter dois pilotos muito fortes, mas também podemos ter muitos problemas . Nós também já demonstramos isso. Não se pode subestimar o que podem fazer o Dovizioso e o Petrucci na próxima temporada”.

Comentários

Veja mais