GP de Itália: Viñales e Miller vão à Q1

  • Redação Autoportal
Maverick Viñales (Lusa)
Maverick Viñales (Lusa)

Maverick Viñales (Yamaha), e Jack Miller (Pramac) são os dois pilotos que «ficaram à bica» da Q2 após a realização neste sábado da terceira sessão de treinos livres para o GP de Itália de MotoGP, em que folha de tempos combinados acabou por ser liderada por Marc Márquez (Honda) que no final da sessão acabou por realizar o seu melhor tempo ao rodar em 1m46,439s, o que constitui um novo recorde do circuito, que pertencia a Iannone desde 2015.

Numa sessão em que quase todos os pilotos melhoraram os seus tempos face as duas sessões de treinos livres de sexta-feira, Andrea Iannone (Suzuki) que tinha sido o mais rápido nas duas primeiras sessões, não melhorou o seu tempo acabando com o segundo melhor registo combinado a 0,296s de Márquez.

Destaque para Valentino Rossi (Yamaha) que alcançou o segundo melhor tempo da TL3 ao rodar em 1m46,775s, o que lhe permitiu terminar os treinos livres com o quatro melhor registo combinado,

Já Jorge Lorenzo foi o melhor piloto da Ducati ao conseguir terminar a terceira sessão de treinos livros com o terceiro melhor tempo a 0,343s de Márquez, o que lhe permite ocupar o quarto lugar da tabela combinada, na frente de Johann Zarco (Tech3) que fechou o top cinco dos mais rápidos da TL3 que passam directamente para a Q2, com os restantes a serem obrigados a realizar a  Q1.

Tempos combinados dos TL3 para o GP de Itália de MotoGP:

Comentários

Veja mais