Wayne Gardner: “Márquez e Lorenzo vão ser um grande desafio para a Honda”

  • Redação Autoportal
Wayne Gardner
Wayne Gardner

O Campeonato do Mundo de MotoGP só regressa em agosto, mas o mercado de transferências para a próxima temporada continua na ordem do dia, até porque nem todas as equipas definiram ainda os seus pilotos para 2019.

Entre aquelas que já resolveram a questão dos pilotos o destaque vai por inteiro para a Honda que vai passar a contar na próxima temporada com Marc Márquez e Jorge Lorenzo, que vai ocupar o lugar de Dani Pedrosa.

O ainda piloto da Ducati está de malas feitas para a formação da Honda e a sua futura relação com Márquez é um assunto que está a gerar grande expectativa.

Curioso em saber como vai ser o relacionamento entre as duas estrelas do MotoGP está o campeão do mundo de 500cc em 1987, Wayne Gardner, que não esconde que o assunto “será bastante interessante de seguir ao longo da próxima época e penso que vai constituir um grande desafio para a Honda”.

Gardner que esteve em Portugal para a apresentação do Estoril Classics Week, referiu ao Autoportal que a Honda vai contar  “com dois pilotos que tem uma personalidade totalmente diferente. É verdade que a Honda tem uma moto boa, mas não estou certo que será a melhor moto do MotoGP e Jorge Lorenzo, como se sabe,  é um piloto que gosta de ter sempre a melhor moto para poder alcançar resultados positivos. Acho que vai ter de trabalhar muito para isso. Já Marc Márquez é um piloto que é rápido com qualquer tipo de moto. Acredito por isso que Lorenzo vai ter um grande desafio”, sublinhou Wayne Gardner.

O antigo campeão do mundo reconheceu ainda que Marc Márquez está muito perto de renovar o título alcançado em 2017. “Ele é um grande talento e a Honda deu um grande passo em frente nos últimos tempos e acho que ninguém consegue acompanhar o talento de Márquez e é por isso ele tem uma grande vantagem no campeonato”.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais