Dakar 2019: organização anuncia novidades da prova

  • Redação Autoportal
Dakar 2018 (Reuters)
Dakar 2018 (Reuters)

Depois de anunciada a decisão tomada pela a Amaury Sport Organisation (ASO), entidade organizadora do Dakar, de realizar a prova em 2019 exclusivamente no Perú a prova sul americana foi apresentada aos pilotos portugueses no último fim de semana em Reguengos.

Coube a Roméo Gaspar, um português nascido em França e que faz agora parte da direção da mais famosa prova de TT do mundo, apresentar o novo formato do rali que se disputará integralmente no Perú.

Na mensagem de apresentação Étienne Lavigne, diretor do Dakar, afirma que “a prova continua a explorar novos desafios no continente sul-americano, agora com o início e final em Lima. No ano passado o retorno às dunas peruanas foi um desafio exigente para a maioria e enfatizou, com crueldade para alguns e alegria subtil para outros, as suas capacidades de condução e navegação nas dunas. No próximo mês de janeiro, os competidores terão de enfrentar essas indomáveis montanhas de areia usando um alinhamento diferente, favorecendo um progressivo aumento de dificuldade até ao final do rali. E como os aficionados sabem, nada é garantido antes de se cruzar a linha de chegada”.

Uma das grandes novidades apresentadas em Reguengos de Monsaraz foi a Meia Maratona, destinada a Autos, SSV e Camiões. De acordo com esta nova ideia todos os pilotos que forem forçados a abandonar durante a primeira metade da prova terão uma segunda oportunidade, caso estejam em condições de voltar a partir para a corrida, sendo ainda objeto de uma classificação específica.

Se participar no Dakar é um sonho para muitos, alguns já fazem planos para estar em Lima nos primeiros dias de janeiro de 2019. De entre os portugueses são vários os nomes que podem estar à partida da edição 2019.

Assim entre os pilotos da categoria motos, Paulo Gonçalves, Joaquim Rodrigues, Mário Patrão, Luís Oliveira, Luís Correia e Miguel Caetano, estão na lista dos que podem estar à partida em Lima.

Já entre os SSV a lista da próxima edição do Dakar vai certamente contar com a presença de Pedro Mello Breyner, Miguel Jordão, Bruno Martins, Ruben Faria e Hélder Rodrigues

Entre os automóveis, Carlos Sousa, Ricardo Porém, Alejandro Martins e André Villas Boas devem ser os representantes lusos.

Comentários

Veja mais