Montalegre pronta para receber Mundial de ralicrosse com nova bancada

  • Redação Autoportal
Ralicross Montalegre
Ralicross Montalegre

A vila de Montalegre, no distrito de Vila Real, recebe no fim de semana a segunda prova do Campeonato Mundial de ralicrosse de 2018, que arrancou em Barcelona, com bancada nova, acessos melhorados e bilhetes VIP.

A prova de Montalegre, que consta do calendário do mundial até 2022, vai contar com uma nova bancada no lado sul da pista com mais 3.000 lugares, denominada por bancada sul terra, bem como beneficiar de melhoramentos ao nível do `paddock´, segundo adiantou a organização à agência Lusa.

Outra das novidades é a criação de um bilhete VIP, um passe de fim de semana que dá acesso a um espaço reservado com televisão e transmissão em direto da prova, cronometragem e infografia, bar aberto, almoço, rede de Internet e acesso à bancada central.

“Os bilhetes são para dois dias, não havendo a possibilidade de comprar um passe apenas para um dia”, explicou.

A organização da prova representa um investimento de cerca de 300 mil euros e o retorno direto previsto ronda os 1,5 milhões de euros.

O Mundial de ralicrosse conta este ano com 12 provas e entre os pilotos mais mediáticos encontram-se o francês Sebastian Loeb, nove vezes campeão do mundo de ralis, e o norueguês Petter Solberg, um dos favoritos do público em Montalegre.

Aos mais veteranos juntam-se os suecos Mattias Ekstrom, antigo vencedor do campeonato alemão de turismos (DTM), e Johan Kristoffersson, atual campeão do mundo de ralicrosse, e o finlandês Niclas Gronholm, filho de Marcus Gronholm.

Ekstrom venceu a prova de abertura do campeonato, em Barcelona, onde, um toque no arranque levou à sua desclassificação, a favor de Kristoffersson.

 

 

Comentários

Veja mais