Rali de Portugal: Neuville vence pela primeira vez e é o novo líder do WRC

  • Redação Autoportal
Thierry Neuville
Thierry Neuville

Thierry Neuville (Hyundai i20) alcançou este domingo a sua primeira vitória no Rali de Portugal, depois de ter consigo terminar a prova portuguesa do Campeonato do Mundo de Ralis com uma vantagem de 40s para o britânico Elfyn Evans (M-Sport) após os derradeiros 51,53 quilómetros do Rali de Portugal.

O vice-campeão do mundo em 2013, 2016 e 2017 controlou o andamento das últimas especiais do rali e foi o segundo mais rápido na «powerstage», a segunda passagem pelo troço de Fafe, conquistando assim a vitória na sexta ronda do Mundial de Ralis.

"“Foi fantástico, o carro esteve perfeito e senti sempre o apoio da equipa durante o fim de semana. Eles fizeram um trabalho incrível, bravo para eles. Eu sabia que podíamos conquistar mais pontos na ‘power stage’, mas os pneus não estavam no melhor. Mesmo assim tentei e consegui quatro, enquanto o Sébastien Ogier não conseguiu nenhum. Foi uma boa manobra no campeonato. A festa vai ser rija”, afirmou Neuville, durante os festejos no final da última passagem por Fafe..

Elfyn Evans acabou na segunda posição, na frente de Teemu Suninen (M-Sport) que venceu a luta pelo terceiro lugar, para terminar a 47,3s do líder da prova.

A fechar o top cinco da edição 2018 do Rali de Portugal, Esapekka Lappi (Toyota Yaris) e Dani Sordo (Hyundai i20).Já Mads Ostberg acabou por ser o melhor Citroën C3, com o sexto lugar final, à frente do irlandês e seu companheiro de equipa Craig Breen, numa prova marcada pelos abandonos, sobretudo os de Ogier e do estónio Ott Tänak (Toyota Yaris), que tinha vencido na Argentina, mas também de Latvala, do britânico Kris Meeke (Citroën C3), do neozelandês Hayden Paddon (Hyundai i20) e do norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20).

Com estes resultados Nueville é o novo líder do Mundial de Ralis, e sucede no topo da classificação ao francês Sébastien Ogier (M-Sport), que abandonou na sexta-feira e terminou o Rali de Portugal em Rali 2.

O melhor português foi Armindo Araújo que terminou o Rali de Portugal no 14.º lugar da classificação geral, um dia depois de ter vencido a parte integrante do Nacional, enquanto o dinamarquês Pontus Tidemand (Skoda Fabia R5), campeão do mundo de WRC2, voltou a vencer nesta categoria, com o oitavo lugar na geral.

Classificação de pilotos:

1. Thierry Neuville, Bel (Hyundai i20), 119 pontos

2. Sébastien Ogier, Fra (Ford Fiesta), 100 pontos

3. Ott Tanak, Est (Toyota Yaris), 72

4. Dani Sordo, Esp (Hyundai i20), 58

5. Esapekka Lappi, Fin (Toyota Yaris), 57

6. Andreas Mikkelsen (Hyundai i20), 54

7. Elfyn Evans, GB (Ford Fiesta RS), 45

8. Kris Meeke, GB (Citroën C3), 43

9. Jari-Matti Latvala, Fin (Toyota Yaris), 31

10. Craig Breen, Irl (Citroën C3), 26

Construtores:

1. Hyundai, 175

2. M-Sport (Ford), 162

3. Toyota, 140

4. Citroën, 111

Comentários

Veja mais