Rali da Grã-Bretanha pode sair do WRC

  • Redação Autoportal
Sébastien Ogier - Rali da Grã-Bretanha (Lusa)
Sébastien Ogier - Rali da Grã-Bretanha (Lusa)

A edição 2018 do Rali da Grã-Bretanha pode estar em causa, tendo em conta que a FIA travou a intenção dos organizadores de realizarem a Power Stage da prova em piso de asfalto, o que segundo a entidade máxima do desporto automóvel, contraria os regulamentos.

Segundo avança o <Motosport.com> a ideia dos ingleses era assim recuperar o troço de Great Orme, no País de Gales, com fortes tradições no RAC, só que a FIA defende que o Rali da Grã-Bretanha é uma prova em piso de terra e por isso não deve ter uma Power Stage em asfalto já que, segundos os regulamentos do WRC, “a Power Stage deve ser representativa do rali”.

A verdade é que a prova a realizar de 4 a 7 de outubro, deveria ser anunciada em breve e até agora a FIA e os responsáveis pela organização não conseguiram chegar a um entendimento sobre o troço da Power Stage; o que pode colocar em causa a realização da antepenúltima prova da temporada do Mundial de Ralis.

Recorde-se que o acordo para a realização do Rali da Grã-Bretanha no Pais de Gales dentro do calendário do WRC é de três anos e termina precisamente este ano.

Comentários

Veja mais