Fórmula E: Félix da Costa com azar em Marrocos

António Félix da Costa arranca mal na nova temporada da Fórmula E
António Félix da Costa arranca mal na nova temporada da Fórmula E.

Português tinha hipóteses de lutar por lugar no pódio

António Félix da Costa (MS&AD Andretti) teve um dia azarado na Fórmula E. O piloto português terminou o ePrix de Marraquexe no 14.º lugar. Félix  “escolheu” mal a altura de entrar na box, já que ocorria uma situação de FCY (bandeiras amarelas) quando saiu para a pista.

A primeira parte da corrida até correu bem, com o ‘Formiga’ a saltar de 19.º para a 10ª posição.

"Se na qualificação o meu erro na volta rápida comprometeu a posição de partida, na corrida penso que fiz tudo o que estava ao meu alcance, ataquei desde o início, recuperei nove lugares, mas com o tempo perdido devido às bandeiras amarelas, fiquei com a corrida estragada e limitei-me a levar o carro até ao final. Foi um dia difícil, que poderia até ter acabado bem, mas o fator sorte hoje não me acompanhou", assumiu Félix da Costa no final da corrida.

Felix Rosenqvist (Mahindra) foi o grande vencedor da terceira ronda do campeonato. O piloto sueco ultrapassou Sebastien Buemi (Renault) a quatro voltas do fim e é agora líder da competição. Sam Bird (DS Virgin) terminou em terceiro, perdendo o primeiro lugar da geral para Rosenqvist.

A Fórmula E segue agora para o Continente Sul Americano, mais precisamente para Santiago do Chile, palco da próxima jornada, no fim de semana de 3 de fevereiro. Até lá António Félix da Costa não terá descanso, com as miticas 24 Horas de Daytona, marcadas para o último fim de semana de janeiro, corrida onde AFC fará a sua estreia absoluta ao volante de um Oreca LMP2 da equipa de do famoso actor Jackie Chan.

 

Comentários

Veja mais