«O presidente da Ferrari pode viver sem a F1, o que lhe interessa é o negócio»

| PC
Bernie Ecclestone
Bernie Ecclestone

Bernie Eclestone deixou mais um novo aviso sobre a eventual concretização da ameaça da Ferrari em deixar a Fórmula 1.

Esta não é a primeira vez que Ecclestone avisa os novos donos da Fórmula 1. E quando o questionam sobre o tema, o antigo patrão da F1 não deixa de dar exemplos elucidativos.

“Se fosse o Luca di Montezemolo [antigo presidente da Ferrari], não teria de se levar tão sério. O desporto motorizado era a vida do Luca. O Sergio [Marchionne, o atual presidente] consegue viver sem a Fórmula 1. Ele apenas se interessa pelo negócio. A coisa mais importante para ele é o que posa dar aos acionistas bons resultados nos negócios”, afirmou Ecclestone em entrevista ao «Auto Motor und Sport».

E o empresário inglês fez questão de ser ainda mais concreto: “Se Marchionne não gostar do caminho que a Fórmula tomar, então ele irá parar. O que eu receio é que a Ferrari possa viver sem a Fórmula 1 – o contrário não.

Comentários

Veja mais