Dakar: Carlos Sousa teve penalização de duas horas retirada

| PC
Carlos Sousa - Dakar 2018 (Lusa)
Carlos Sousa - Dakar 2018 (Lusa)

A Renault Duster Team confirmou – como já se concluía após a etapa deste domingo – que a organização do rali Dakar retirou a penalização de duas horas atribuída a Carlos Sousa na véspera.

«Ontem à noite recebi a informação de que ia ser penalizado não em 20 minutos, mas sim em duas horas, por ter falhado um dos “waypoint” da especial de abertura. Uma tremenda injustiça porque, na realidade, o “waypoint” que falhei estava associado a uma penalização de 20 minutos e não de duas horas. Parece mentira, mas a verdade é que se trata de um erro da organização», afirmou Carlos Sousa.

A organização retificou o erro, como o piloto português esperava, mas já quando o Duster da equipa Renault já tinha saído para a segunda etapa.

Isso não impediu Sousa de sair “determinado em impor um bom ritmo evitando as muitas armadilhas do percurso”, mas “uma rótula de direção [que] cedeu” levou à sua substituição e à perda de “cerca de três quartos de hora com a reparação».

“Ultrapassámos vários pilotos e gostei do comportamento do Duster. Nas zonas mais rápidas fomos penalizados pela ‘curta’ velocidade de ponta e, nos 100 quilómetros finais, perdemos tempo com as falhas da bomba de combustível, talvez devido a uma menor qualidade da gasolina», afirmou o português, que terminou em 25.º na segunda etapa e é o 29.º da classificação geral.

Comentários

Veja mais