GP do Mónaco: no primeiro dia só deu Red Bull

  • Redação Autoportal
GP do Mónaco (Lusa)
GP do Mónaco (Lusa)

O primeiro dia de Treinos Livres para o GP do Mónaco de Fórmula 1 foi totalmente dominado pela Red Bull e, também mais especificamente, por Daniel Ricciardo.

O piloto australiano foi mais rápido nas duas sessões de treinos desta quinta-feira. E se de manhã já tinha batido o tempo da pole position de 2017 (1m12.178s), Ricciardo desceu para o «segundo 11» na sessão da tarde – e foi o único.

Com o tempo de 1m11.841, o australiano da Red Bull deixou o seu companheiro de equipa a quase 2 décimos de segundo nas contas do final do dia. Max Verstappen secundou o domínio dos RB14 repetindo o segundo melhor tempo, com 1m12.035s.

Se de manhã foi o Mercedes quem se aproximou mais dos Red Bull, à tarde foi o Ferrari de Sebastian Vettel, com o alemão a rodar cerca de meio segundo mais lento.

O forte andamento imposto pelos RB14 nas ruas de Monte Carlo começou com Verstappen a mandar nos tempos da tarde, antes e depois de a sessão ter sido interrompida (a cerca de uma hora do fim) para que os comissários arranjassem uma tampa de saneamento entre a Curva 4 e a Curva 5.

Mercedes, Ferrari e Red Bull têm tentado tirar o maior partido dos novos pneus hipermacios que fazem a estreia na F1 neste GP do Mónaco e Vettel conseguiu estar com o melhor tempo do dia.

Mas, no final da sessão, Ricciardo voltou a ser o mais rápido com Verstappen a assegurar também a manutenção da dobradinha.

Tempos dos TL2 do GP do Mónaco de F1:

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais