GP de Itália: Mercedes manda, Hamilton ganha e é líder do Mundial

Lewis Hamilton em Silverstone
Lewis Hamilton em Silverstone
partilha

Lewis Hamilton e a Mercedes não deram qualquer hipótese no GP de Itália de Fórmula 1 deste domingo.

O inglês venceu em Monza e é o novo líder do Mundial de F1 na despedida do calendário do continente europeu.

A equipa alemã fez a dobradinha com o segundo lugar de Valtteri Bottas e reforçou a liderança no campeonato de Construtores.

A celebrar em casa o 70º aniversário da sua fundação, a Ferrari teve de se contentar em Monza com o terceiro lugar do pódio de Sebastian Vettel.

Mas o alemão da Scuderia - que já partia do sexto lugar da grelha - perdeu o comando do Mundial e está a agora a três pontos do inglês da Mercedes com sete corridas por disputar no campeonato.

A sexta vitória de Hamilton na temporada (contra quatro de Vettel) foi imaculada. O inglês saiu da 69ª pole-position da carreira (o recorde absoluto estabelecido na véspera) e só perdeu o comando da corrida quando foi à box para a troca de pneus uma volta antes de Bottas - comando que recuperou na volta seguinte.

Bottas regressou também em segundo depois de trocar os supermacios pelos macios para a segunda parte da corrida.

Vettel não podia fazer mais do que minimizar os estragos numa pista das mais rápidas da época em que os Ferrari nunca conseguiram estar a par da potência do motor Mercedes.

Raikkonen, inclusive, não conseguiu suster Daniel Ricciardo que, sendo o único a começar com os macios e a ficar com os supermacios para o final, teve também o desempenho mais emocionante do dia. Saindo do 16º lugar da grelha, o piloto da Red Bull terminou no quarto posto depois de uma ultrapassagem de grande nível ao finlandês da Ferrari.

 

Classificação do GP de Itália de F1:


1. Lewis Hamilton (Mercedes)
2. Valtteri Bottas (Mercedes)
3. Sebastian Vettel (Ferrari)
4. Daniel Ricciardo (Red Bull),
5. Kimi Raikkonen (Ferrari)
6. Esteban Ocon (Force India)
7. Lance Stroll (Williams)
8. Felipe Mass (Williams)
9. Sergio Perez (Force India)
10. Max Verstappen (Red Bull)
11. Kevin Magnussen (Haas)
12. Daniil Kvyat (Toro Rosso)
13. Nico Hulkenberg (Renault)
14. Cxarlos Sainz (Toro Rosso)
15. Romain Grosjean (Haas)
16. Pascal Wehrlein (Sauber)
17. Fernando Alonso (Mclaren)
18. Marcus Ericsson (Sauber)
19. Stoffel Vandoorne (McLaren)
20. Jolyon Palmer (Renault)
 

Comentários

Veja mais