Alonso: "Depois da penalização, merecíamos aquele ponto"

Fernando Alonso
Fernando Alonso. TORU HARAI/REUTERS

Fernando Alonso sente-se orgulhoso pela prestação conseguida no Grande Prémio do Japão, este domingo, especialmente atendendo ao facto de ter começado em último e quase ter terminado nos dez primeiros.

"Começámos em 20.º lugar e terminámos em 11.º, com uma boa recuperação, uma paragem apenas e pneus usados. Foi um esforço enorme de toda a equipa", comentou o piloto espanhol, no final da corrida. "Depois da penalização que sofremos na sexta-feira à noite por mudarmos o motor, merecíamos aquele ponto. Lutamos muito por ele".

Alonso esteve até perto do final a lutar por um lugar no top 10 e quase o conseguiu, não tivesse entrado em pista o carro de segurança virtual.

 

"Tivemos azar com o Felipe até ao final da corrida. Ele estava a sofrer muito por causa dos pneus quando o carro de segurança entrou. Isso permitiu-lhe respirar um pouco durante essas voltas. Nas duas últimas, os líderes da corrida alcançaram-nos e o Felipe voltou a evitar um ataque nosso e conseguiu ficar com a 10.ª posição", analisou. "Vamos tentar novamente em Austin e, com alguma sorte, sem penalizações e na nossa posição normal na grelha de partida".

Quanto à renovação com a McLaren para 2018 - ou, pelo contrário, o anúncio da retirada da Fórmula 1 -, Alonso voltou a sublinhar que ainda é cedo para revelar o que o futuro reserva, mas tentará resolver a situação antes do Grande Prémio dos Estados Unidos: "Veremos se conseguimos tomar uma decisão final durante estas semanas até Austin", rematou.

Comentários

Veja mais