Alonso: "Partir atrás de todos os carros vai ser complicado"

Fernando Alonso
Fernando Alonso. TORU HANAI/REUTERS

Fernando Alonso nem queria participar na qualificação para o Grande Prémio do Japão, uma vez que já sabia que é o último a sair por causa de uma sanção de 35 lugares. Ainda assim correu e terminou em 10.º lugar.

"Sabíamos que íamos sair em último, acontecesse o que acontecesse, mas queríamos fazer uma boa classificação aqui, perante os adeptos da Honda. Tentámos fazer tudo o que pudemos, mas só conseguimos ficar em 10. lugar", analisou Alonso aos microfones da Movistar+ F1. "Estamos felizes por um lado, mas a corrida amanhã vai ser complicado. Vamos ter de aguentar-nos porque partir atrás de todos os carros vai ser complicado".

Quanto à estratégia a adotar para a corrida deste domingo, Alonso confessa que ainda nada está definido, uma vez que os TL2 foram feitos em pista molhada.

"A verdade é que vamos um pouco às cegas, quase todas as equipas estão em pé de igualdade. Ao não corrermos os TL2, não temos informação sobre a pista. Mas conhecemos bem os pneus, o comportamento e para nós o mais complicado será ir atrás de 18 ou 19 carros", confessou.

O objetivo é fazer uma boa classificação e, para isso, Alonso tem algumas ideias: "Vamos ter de mudar de estratégia ou fazer alguma coisa de diferente para aproveitar as voltas sem ninguém para ganhar posições. Uma coisa é dizer, outra é fazer. Vai ser uma corrida muito complicada".

 

A penalização de 35 voltas surge por causa das alterações que a McLaren-Honda se viu obrigada a fazer durante a noite ao monolugar, chegando mesmo a usar a décima peça nalguns dos componentes. Alonzo reconhece que foi um contratempo que a Honda queria ter evitado no Grande Prémio que corre em casa.

"A equipa trabalhou toda a noite e esta manhã disseram-me que tínhamos de mudar o motor. Não estava nos planos. O motor só tinha feito o GP da Malásia porque em Singapura tive o acidente na primeira curva. Mudou os planos, mas foi preciso e agora é preciso recuperar", concluiu.

Comentários

Veja mais