GP do Japão: Alonso penalizado em dois pontos na licença

Fernando Alonso - GP Malásia
Fernando Alonso - GP Malásia

Fernando Alonso foi punido com pontos de penalização na licença por ter ignorado as bandeiras azuis nas últimas voltas do Grande Prémio do Japão. Segundo a Federação Internacional de Automobilismo, o piloto espanhol recebeu a informação no painel do voltante para deixar passar Lewis Hamilton quando o britânico tentava ganhar-lhe uma volta, numa altura em que Alonso tentava ultrapassar Felipe Massa.

"Alonso recebeu a luz azul no painel no volante e foram-lhe mostradas as bandeiras azuis entre as curvas 14 e 15 durante a volta 51", afirmou a organização. "Recebeu igualmente a luz azul intermitente a informá-lo de que o líder da prova Lewis Hamilton se aproximava dele com mais de uma volta de antecedência. Alonso deixou Hamilton passar durante a curva 11 na volta 52".

 

A penalização a Alonso surge porque os pilotos foram avisados durante o briefing que antecedeu a corrida no circuito de Suzuka de que "era obrigatório deixar passar o carro mais rápido sem prejudicar a corrida", relembrou a FIA, em comunicado.

 

"Alonso reconheceu que houve uma oportunidade para deixar Hamilton passar na primeira reta, mas não até à curva 11. A organização reconheceu que havia poucos sítios para deixar passar um carro em segurança entre as curvas 2 e 9, o que aumentou o período de tempo necessário para permitir que Hamilton passasse".

A organização comparou este incidente com outros semelhantes e concluíram que, apesar de ter havida uma violação das regras, essa violação "não foi tão grave quanto outras e que, quando Alonso se afastou, deu espaço suficiente para deixá-lo passar e a Verstappen".

Esta foi a primeira reprimenda que Alonso recebeu esta temporada. A penalização de dois pontos é também a primeira que o espanhol recebe esta época. Logo após a corrida, o espanhol insistiu que a demora em deixar passar Hamilton e Verstappen não afetou a classificação final, mas afirmou que iria aceitar a decisão da FIA.

"O Hamilton esta na frente e a Red Bull era segunda. Não, eles tiveram de esperar duas ou três curvas, mais ou menos, mas ambos acabaram nessa ordem, por isso não houve grandes consequências na classificação da corrida", comentou Alonso. "O quer que decidam vamos aceitar e tentar fazer melhor na próxima".

Comentários

Veja mais