Christian Horner: "Carlos Sainz é opção se Ricciardo sair"

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing. Foto: Fundación Checo Pérez A.C.

A extensão do contrato de Daniel Ricciardo é a grande prioridade para a Red Bull, principalmente depois dos recentes rumores que colocam o piloto australiano na Mercedes ao lado de Lewis Hamilton.

O contrato de Ricciardo com a Red Bull termina em 2018 e a equipa já expressou vontade em renovar com o piloto até 2020, o mesmo ano que expira a ligação de Max Verstappen.

Ora, embora seja improvável que Ricciardo saia, a verdade é que nada é impossível e Christian Horner garantiu que Carlos Sainz segue como opção para caso o australiano decida sair.

"Sainz transferiu-se para a Renault no GP dos EUA e permanecerá nessa equipa pelo menos até fim de 2018. Contudo, o seu contrato só foi viável graças a um empréstimo da Red Bull, que poderá convocar o espanhol caso haja a necessidade", disse Horner à agência Reuters. "É por isso que mantemos Carlos Sainz em empréstimo, para termos opções ao nosso redor”.

Daniel Ricciardo tem sofrido alguns dissabores nas últimas corridas F1. O motor Renault do seu monolugar não tem sido o mais fiável, facto que tem mexido um pouco com o piloto. Em Austin, a troca de elogios entre ele e Lewis Hamilton despertou a atenção da equipa Red Bull que já garantiu ter um plano.

“Temos um plano de segurança, mas nosso objetivo número um é manter a dupla que temos atualmente. A próxima decisão que ele [Ricciardo] tomar é muito importante, é claro que precisará de tempo para garantir que tomou a decisão correta para ele", explicou Horner.

 

“Mas ele sabe que nossa intenção é muito clara, e já discutimos isso com ele: queremos que fique na equipa. Se tivermos de esperar mais seis meses, seja. Acho que irá querer ver como será a performance do motor no próximo ano, o que é compreensível.”

Comentários

Veja mais