Ecclestone aponta Kubica para 2018

| Autosport.com
Robert Kubica
Robert Kubica
partilha

Robert Kubica na Williams em 2018? Bernie Ecclestone aprova. O diretor desportivo é fã do polaco e tem seguido de perto os testes que o piloto tem feito na Williams e não tem dúvidas que Kubica é o homem que a Williams precisa.

"Se Kubica não tivesse sofrido o acidente, penso que teria sido campeão”, garantiu Ecclestone em entrevista ao Autosport, relembrando o grave acidente que o polaco sofreu em 2011 no rali "Ronde di Andora", em Itália. Kubica sofreu traumatismos múltiplos e correu mesmo o risco de amputação da mão direita.

 

Acredito que possa regressar ainda mais forte. Mentalmente, mais agressivo que antes, por isso posso prever coisas boas para ele. “Fisicamente, há muitos anos quando tinha uma equipa, contava com um piloto chamado Archie Scott-Brown. Era muito rápido e estava numa posição muito pior que o Kubica. Muito pior e conseguiu rapidamente ser bem sucedido. Penso que a lesão não irá travá-lo”.

Uma mais-valia para a Fórmula 1

Se há algo que Ecclestone percebe é de dinheiro e a verdade é que todo o circo à volta do possível regresso de Kubica à F1 tem despertado muito interesse por parte dos media. O resultado é óbvio: um piloto que regressa com estatuto de lenda, acaba por arrastar multidões para os circuitos. Em termos de marketing não podia ser melhor.  

Se ele fizer o que penso que vai fazer-regressar melhor que nunca- as pessoas irão segui-lo. Será bom para a F1”, garantiu. “Se eu fosse a Williams, tentaria convencê-lo a juntar-se. O Felipe Massa pode sair no final do ano e se o Kubica entrar a bordo, pode acordar muita gente. 

Comentários

Veja mais