Ecclestone: “Os regulamentos estão lá para impedir que se façam corridas”

  • Redação Autoportal
Bernie Ecclestone
Bernie Ecclestone

Bernie Ecclestone voltou às críticas da atual gestão da Fórmula 1 afirmando que a quantidade de regulamentos existente é o mesmo que dizer aos pilotos para não fazerem corridas.

O ex-dono da F1 criticou o atual cenário numa entrevista ao filho de James Hunt, o campeão do mundo de 1976 famoso pela sua irreverência.

Comparando as épocas do piloto britânico e da atual F1 numa conversa com o filho Freddie Hunt, Ecclestone explicou que “ele não se encaixaria, ponto final”. “Ele não reagiria bem a todos estes regulamentos e instruções disparatados”, disse o empresário na ocasião promovida pela Havoline Europe.

“Os atuais pilotos, se fazem alguma coisa que os donos das equipas ou os patrocinadores talvez não gostem, levam uma palmada” e ouvem “não faças isso outra vez”. Ecclestone não só garante que James Hunt não acataria esse tipo de indicações como as rotulou de “coisas tontas que fazem nos dias de hoje” condenando as “penalizações por isto e por aquilo” como algo que “é estúpido”.

O empresário britânico recorda já ter lembrado que “os regulamentos técnicos são mais importantes do que os desportivos” e que, face ao atual cenário “deviam ter escrito no cimo [dos regulamentos]: não façam corridas”.

“No fundo, é disso que se trata: Todos os regulamentos estão lá para impedir que se façam corridas”, resume Ecclestone.

Comentários

Veja mais