F1: Hamilton questionou ações de Vettel no briefing

Lewis Hamilton
Lewis Hamilton

O briefing entre os pilotos Fórmula 1 e o diretor de corrida da FIA, Charlie Whiting, decorreu após as sessões de treinos da última sexta-feira e antes de Lewis Hamilton (Mercedes) se sagrar tetracampeão da modalidade. O tema do dia foi definitivamente a questão dos limites da pista do GP dos Estados Unidos.

Apesar da penalização a Max Verstappen (Red Bull) pela ultrapassagem a Kimi Raikkonen (Ferrari) ser a questão mais polémica, Lewis Hamilton estava focado nas ações de Sebastian Vettel em Austin.  

Hamilton afirmou ter dados do GPS para provar que Vettel saiu dos limites da pista na curva 19 para ganhar vantagem.

Ora, Vettel não respondeu (limitou-se a fazer uma careta) à questão levantada por Hamilton no mas deu a Whiting algumas dicas sobre como a pista podia ser delimitada para evitar saídas no GP do México.

O vídeo divulgado pela F1 não tem legendas em português, mas fica aqui descrito o diálogo entre Hamilton e Whiting.

Hamilton: "Tenho uma questão. Logo após o pitstop, o Sebastian [Vettel] fez deliberadamente a curva 9 [19] por fora e ganhou muito tempo no GPS. Mas, não sofreu nenhuma penalização.”

Whiting: " Não vimos isso no setor que estava a descrever ao Felipe [Massa]. Vimos uma melhoria de tempo de 0.3s na volta, mas obviamente que isso todos viram. Não é segredo”

Hamilton: “Se viram uma melhoria, é uma vantagem, portanto…”

Whiting: "Vimos uma melhoria de 0.3s na volta dele.”

Hamilton: "O que não deixa de ser uma vantagem, por isso…”

Whiting: "Foi uma melhoria no tempo da volta, mas ele não ganhou tempo naquela curva onde saiu. Essa é a questão.”

Hamilton: "Talvez possamos enviar os dados do GPS, porque é uma diferença substancial. Penso que é de 10km/h.”

Whiting: “Se olhar para o tempo que levou a passar pelo painel antes da curva 19 e antes da curva 20, conclui que é igual. Por isso, ele não ganhou nada ali. É o que estávamos a tentar utilizar para analisar estas situações.”

Comentários

Veja mais