F1: McLaren sem patrocinador oficial em 2018

Fernando Alonso - GP do Brasil (Reuters)
Fernando Alonso - GP do Brasil (Reuters)

A era dos patrocinadores oficiais para as equipas Fórmula 1, está perto de chegado ao fim. Apesar de Red Bull (com a Aston Martin) e Sauber (Alfa Romeo), são cada vez menos as equipas a contar com um title sponsor e a McLaren é mais uma que se junta ao grupo.

Um facto de Zak Brown desvaloriza. Segundo o chefe de equipa, a sobrevivência da McLaren não depende de um nome maior que o da própria marca.

 “Não acho que teremos um patrocinador principal em si. O que acho é que teremos parceiros maiores”, assumiu Zak Brown, chefe da equipa.

“Se olharmos para a F1, ninguém menciona o nome da equipa com o patrocinador, por isso não acho que isso tenha muito valor. Somos a McLaren, não a ABC McLaren. Há marcas maiores, mas não quero vender o nome. Queremos manter o nome da equipa: McLaren”, assumiu.

Brown afirmou ainda que o interesse na McLaren aumentou quando foi anunciada a troca de motores Honda por Renault em 2018.

“A McLaren está a passar por um bom momento. Temos Fernando Alonso, temos Stoffel Vandoorne, o Lando Norris está em progressão e temos um novo parceiro de motores. Sentimos que vamos de vento em popa, em vez de estar com vento de proa”, concluiu.

Comentários

Veja mais