F1: Michelin não pensa em regressar

Michelin sem planos para voltar à F1
Michelin sem planos para voltar à F1

A Michelin não está interessada em regressar à Fórmula 1 mesmo depois de 2020.

Presente em grandes campeonatos como Le Mans, Fórmula E e MotoGP, a Michelin continua a ser um nome forte no desporto motorizado. Porém, o chefe da Michelin Motorsport, Pascal Couasnon, sublinhou que o regresso à modalidade 'rainha'  não consta nos planos porque os atuais regulamentos da F1 não coincidem com os objetivos traçados pela marca.

"Não é uma opção, desde que não haja alteração nos regulamentos. Para nós, não faz sentido fabricar pneus de 13 polegadas quando estes não existem fora do campeonato", garantiu ao jornal AS. "Seria diferente com jantes de 18 polegadas, mas parece-me que as mudanças de 2021 estão focadas no motor e no orçamento. O mais importante para nós é o desafio tecnológico - ter algo para aprender. Caso contrário, não vamos investir", explicou ao diário espanhol.

A Michelin abandonou em definitivo a F1 no final da temporada 2005. A Pirelli é fornecedora oficial da categoria desde 2011.

Comentários

Veja mais