F1 prepara-se para 'guerra' dos logotipos

Novo logo da F1 foi apresentado depois do GP de Abu Dhabi
Novo logo da F1 foi apresentado depois do GP de Abu Dhabi. Foto Twitter F1

A Fórmula 1 entrou em rota de colisão com a 3M, empresa detentora dos produtos 'Scotch' ou 'Post-it', e pode levar em frente uma disputa judicial nos Estados Unidos por causa de um logotipo. Ou melhor, por causa da letra “F” idêntica ao do produto 3M ‘Futuro’.

A F1 revelou a nova marca no final do Grande Prémio de Abu Dhabi, em novembro. O logotipo vermelho foi criado pela agência londrina Wieden + Kennedy como parte do rebranding promovido pelo grupo Liberty Media.

As críticas não tardaram em surgir por parte dos fiéis adeptos da modalidade, e intensificaram-se quando começaram a emergir imagens de um produto com um logo muito idêntico ao da F1. Quem deu de caras com os produtos ‘Futuro’ da 3M, rapidamente constaram as semelhanças e partilharam as imagens nas redes sociais.

Mas, o verdadeiro problema começou quando o grupo Liberty tentou registar a marca nos Estados Unidos. É que a marca propriedade da 3M foi registada a 20 de fevereiro de 2017. Tendo sido a primeira a concretizar o pedido, as autoridades norte-americanas deram razão à 3M.

Na Europa, o caso ainda está em análise.

 

Comentários

Veja mais