Jean Todt: «Se reincidir, Vettel será punido severamente»

Jean Todt
Jean Todt

Jean Todt, presidente da FIA, avisou que se Sebastian Vettel reincidir numa manobra anti-desportiva como a que protagonizou no Grande Prémio do Azerbaijão será punido “severamente”.

O alemão da Ferrari livrou-se de mais castigos para além da penalização da paragem de 10 segundos em Baku na condição de pedir desculpas a Lewis Hamilton, o que acabou por fazer publicamente.

Mas agora Todt reiterou que se Vettel voltar a portar-se mal será punido “severamente” e não escapará com pedidos de desculpas. “Cabe ao presidente da FIA decidir se irá ou não ao Tribunal Internacional. Depois do México, que é um diferente tipo de ofensa, vimos claramente que Sebastian, que é um grande piloto, às vezes não se sabe controlar como devia”, afirmou o francês em declarações ao canal de televisão britânico SKY Sports.

O presidente da FIA lembra que os pilotos estão sob “uma situação muito tensa”. “É muito fácil tomar decisões atrás de uma secretária ou julgar atrás de uma secretária. Este é um assunto completamente diferente, mas Sebastian às vezes teve sérios avisos. Isso não acontecerá novamente, e, se acontecer, então as consequências serão bem severas”, garantiu Todt.

Todt também esclareceu porque não foi aplicada qualquer outra penalização após o GP do Azerbaijão e considerou a penalização aplicada como suficiente. “Seria completamente irrelevante o presidente da FIA, a ver a corrida pela televisão, ligar aos comissários e dizer-lhes o que fazer. Eles decidiram que Sebastian Vettel deveria pagar com um stop and go. É uma penalização bem dura e modificou o resultado da corrida, de vencedor a quarto colocado. Então, foi de 25 a 12 pontos. Isso significa que Vettel perdeu 12 pontos com isso”, sublinhou.

Comentários

Veja mais