Williams perde apoio da Martini

Williams
Williams

As famosas cores da Martini vão deixar de aparecer na carroçaria dos monolugares da Williams em 2019. Segundo o Motorsport.com, a Martini vai deixar a Fórmula 1, definitivamente, por já não entrar no plano estratégico do Grupo Bacardi, empresa que detém a marca de bebidas alcóolicas.

Segundo Claire Williams, vice-diretora da Williams, a equipa discutiu o prolongamento do contrato com a marca para além de 2018, mas a proposta esbarrou nos interesses do Grupo Bacardi.

"Enquanto ambos gostaríamos de renovar, o Grupo Bacardi garantiu o afastamento da Fórmula 1 assim que o contrato expirar no final deste ano", revelou."Eles têm muitas marcas para apoiar e, obviamente, as prioridades estratégicas evoluem ao longo do tempo", concluiu.

A partida de Martini é um duro golpe para a Williams que perde uma identidade muito própria. A Martini trouxe o seu famoso esquema de cores branco, azul e vermelho de volta à Fórmula 1 em 2014 quando assinou o acordo com a Williams que resultou na mudança total do carro.

O esquema de cores tinha sido visto pela última vez nos carros de Brabham em 1975.

Comentários

Veja mais