Bagnaia: duelo com Miguel Oliveira durará “até Valência”

  • Redação Autoportal
Fracnesco Bagnaia- GP do Qatar (Lusa)
Fracnesco Bagnaia- GP do Qatar (Lusa)

Francesco Bagnaia lidera o Mundial de Moto2 com mais oito pontos do que Miguel Oliveira na sequência de duas vitórias consecutivas nas últimas corridas, enquanto o piloto português ficou, também em ambas, no segundo lugar.

O piloto italiano assume o seu bom momento nesta fase da época, mas reconhece também que o luso da KTM Ajo tem argumentos para lutar com ele até à última prova. E é em Valência que acredita que tudo ficará decidido.

A última vitória de Miguel Oliveira foi na Rep. Checa e Bagnaia (terceiro nessa corrida) assume que, “depois de Brno” ele e a equipa VR46 deram “um passo” à frente do qual “chegaram três poles e duas vitórias”.

O italiano venceu na Áustria e, no passado fim de semana em São Marino conseguido a terceira pole position na Grã-Bretanha onde a chuva não permitiu correr no domingo. Em Misano, foi a seu gosto: “Gosto mais das corridas assim porque controlo melhor. Em Spielberg, a vitória custou mais: “na Áustria foi completamente diferente porque tinha Oliveira na frente e tive de ir busca-lo.”

A seis provas do final, Bagnaia sai na frente para o que resta do campeonato acreditando que o duelo será até ao último ponto. “Estamos com oito pontos sobre Oliveira, mas acredito que a incógnita sobre quem será campeão do mundo permanecerá até Valência”, afirmou o italiano citado pelo «Motorsport.com».

“Eu continuarei a fazer a minha época e pensarei muito nele, sobretudo porque sabemos que ele está sempre lá na frente”, assumiu Bagnaia.

Comentários

Veja mais