Hamilton vence na Hungria à frente de Vettel

  • Redação Autoportal
Lewis Hamilton (Reuters)
Lewis Hamilton (Reuters)

Lewis Hamilton venceu neste domingo o GP da Hungria de Fórmula 1 e reforçou a liderança do Mundial de Pilotos quando a F1 vai agora parar cerca de um mês.

O inglês da Mercedes triunfou sem mácula na 12.ª prova do calendário ganhando sete pontos a Sebastian Vettel.

O alemão da Ferrari cortou a meta no Hungaroring em segundo lugar sendo sucedido pelo seu companheiro de equipa, Kimi Raikkonen.

Hamilton vai assim para férias com 24 pontos de vantagem sobre Vettel na liderança do Mundial.

A Mercedes também reforçou a sua posição no Mundial de Construtores, não obstante os problemas que Valtteri Bottas teve nas últimas voltas... E que ficaram sob investigação da Direção de Corrida...

Com escolhas livres de pneus para a Corrida devido à Qualificação com pneumáticos de chuva, Vettel divergiu na aposta dos outros da frente. O alemão partiu com macios, enquanto Hamilton, Bottas e Raikkonen saíram com ultramacios.

Vettel conseguiu ganhar o terceiro lugar ao seu companheiro de equipa. Hamilton manteve a liderança com Bottas a escudá-lo. Com estratégias diferentes na altura das paragens e dos compostos após as paragens, pouco acabou, porem, por mudar.

A regra (com exceção de Raikkonen) foi a de fazer apenas uma paragem. E a estratégia que veio a dar os melhores frutos foi a da Mercedes – mesmo que não tão bons como chegaram a parecer...

O autocarro que Hamilton disse querer ter à frente dos Ferrari foi estando em pista e só saiu à 65.ª volta. Mas isso já não trouxe qualquer alteração à caminhada segura do inglês para a vitória.

Foi Bottas que, já um pouco em desespero para segurar o segundo lugar e continuar a tapar Vettel exagerou e acabou por bater no Ferrari do alemão já depois de ultrapassado. O Mercedes do finlandês ficou inevitavelmente afetado e logo também atrás e Raikkonen.

Os problemas de Bottas não pararam por aí e o finlandês acabou por também não conseguir evitar perder o lugar para Daniel Ricciardo nas últimas voltas. Mas não sem antes Bottas voltar a provocar uma colisão no carro do australiano, que terminou em quatro partindo de 12.º.

O Filme da Corrida

Antes de se ir para férias, os pontos ficaram com Hamilton, os problemas com Bottas e, pelo meio, a Ferrari conseguiu perder o menos possível.

Classificação do GP da Hungria de F1:

Classificação do Mundial de Pilotos:

1. Lewis Hamilton (Mercedes), 213 pontos

2. Sebastian Vettel (Ferrari), 189

3. Kimi Raikkone (Ferrari), 146

4. Valtteri Bottas (Mercedes), 132

5. Daniel Ricciardo (Red Bull), 118

6. Max Verstapen (Red Bull), 105

7. Nico Hulkenberg (Renault), 52

(...)

Classificação do Mundial de Construtores:

1. Mercedes, 345

2. Ferrari, 335

3. Red Bull, 223

4. Renault, 82

(...)

O Mundial de F1 regressa no fim de semana de 24 a 26 de agosto com o GP da Bélgica no Circuito de Spa-Francorchamps.

Comentários

Veja mais