Dakar 2018: Paulo Gonçalves vai viajar com a equipa

Paulo Gonçalves
Paulo Gonçalves

Paulo Gonçalves está de malas feitas para o Dakar. O piloto da Honda segue viagem com a equipa, apesar de não saber ainda se está em condições de competir na 40.ª edição do rali todo-o-terreno, cujo percurso é especialmente duro em 2018. 

O piloto de Esposende sofreu uma queda durante um treino em São Bartolomeu de Messines e terá lesionado um ombro e um joelho, porém fontes da assessoria do piloto garantem que nenhum osso foi fraturado. Tratar-se-á, portanto, de dores musculares bastante incomodativas que podem comprometer o desempenho de Paulo Gonçalves durante o rali.

Caso o piloto não esteja em condições, há a possibilidade dele ser substituído. E com Pedro Bianchi Prata na equipa, enquanto assistente de Team Manager, a Honda poderá optar por uma troca de papéis. Não seria má opção, já que Bianchi Prata conta com nove presenças no Dakar como piloto e três como chefe de equipa. Experiência suficiente, portanto.

Entretanto, a Monster Energy Honda Team já informou que os veículos da equipa estão a caminho do porto de Lima onde o navio de transporte irá atracar a  2 de janeiro. A próxima fase consistirá em passar por verificações administrativas e e técnicas na Base Aérea de Las Palmas em 4 de janeiro antes do início da corrida oficial da capital peruana em 6 de janeiro.

 

 

Comentários

Veja mais