GP de Itália: Hamilton diz que deu espaço, Vettel diz que não

  • Redação Autoportal
Lewis hamilton e Sebastian Vettel (Reuters)
Lewis hamilton e Sebastian Vettel (Reuters)

Lewis Hamilton e Sebastan Vettel colidiram na primeira volta do GP de Itália de Fórmula 1 com o embate na Curva 4 a ser fatal para o piloto da Ferrari.

Vettel teve de ir trocar a asa dianteira à box caído para 18.º e fazendo uma corrida em recuperação e terminando em quarto lugar.

Já Hamilton seguiu no segundo lugar sem problemas que o impedissem de, mais tarde, vencer a Corrida.

Também sobre o acidente, o piloto da Mercedes e Vettel discordaram sobre o espaço que ficou para evitar, ou não, o choque.

Hamilton diz que deu espaço, numa citação do «Motorsport.com».

“Chegámos à Curva 1 e houve um pequeno toque entre nós todos e, na desaceleração para a Curva 4, [fiquei] outra vez surpreendido que o Seb [Vettel] tenha escolhido o interior e não tenha ido pelo exterior do Kimi [Raikkonen]. E essa foi a minha oportunidade. Mantive-me no exterior e garantia que tinha distância. Penso que havia espaço suficiente entre nós. Calculo que que ele tenha bloqueado, tocámos, foi por um breve momento, danifiquei o carro um pouco, mas pude continuar.”

Vettel manifestou à «Sky» opinião contrária.

“O Lewis viu um pouco pelo exterior, mas ele não me deixou qualquer espaço. Eu não tive outra hipótese [se não] ir contra ele e promover o contacto.”

Confrontado pela «Sky» com a posição de Vettel, Hamilton reafirmou ter dado espaço.

“Foi uma manobra de corrida, é o que é suposto estarmos a fazer. É suposto corrermos. Eu deixei-lhe espaço. Tenho a certeza de que foi um comentário feito no calor do momento. Nunca é uma grande sensação quando se faz um pião e ficamos virados a ver os outros carros a vir em sentido contrário.”

Comentários

Veja mais