Hamilton satisfeito com “normalidade” do Mercedes

Hamilton e Rosberg
Hamilton e Rosberg

Lewis Hamilton está no GP de Fórmula 1 do Japão satisfeito com o trabalho do Mercedes. O piloto chegou a terras nipónicas preocupado com o facto de nas últimas etapas o carro ter tido prestações piores que a Ferrari, mas terminou feliz porque o Mercedes “voltou ao normal”.

Numa altura em que a luta pelo título se intensifica entre Hamilton e Sebastian Vettel, o britânico sente-se aliviado, depois da análise intensiva a tudo o que aconteceu nas últimas provas para perceber o que justificava a fraca performance.

Foi um dia interessante, a sensação com o carro é muito melhor do que era na Malásia. O carro voltou ao normal, estou pronto para correr”, afirmou Hamilton ao site da Fórmula 1 depois do primeiro Treino Livre, esta sexta-feira, em que acabou com o segundo tempo.

Muita chuva durante o segundo treino fez com que o primeiro contasse de verdade, embora na segunda sessão o piloto britânico tivesse liderado em Suzuka.

Estou feliz que tenhamos tido pista seca na primeira sessão de treinos. Na segunda, chovia muito, mas foi importante ir para a pista e ver qual a sensação”, disse Hamilton.

Tal como Hamilton, que segura uma vantagem no campeonato de 34 pontos, Valtteri Bottas também está otimista depois da sessão desta sexta-feira no Japão.

No primeiro treino, o carro estava melhor do que na Malásia, mas ainda temos que trabalhar em algumas questões para o tornar mais rápido. Como ponto de partida para o fim-de-semana, definitivamente está melhor do que há uma semana”, sublinhou o piloto finlandês.

À semelhança dos pilotos da Mercedes, que não baixa os braços e também se mostra confiante é Vettel.

Sinto que o carro está forte. Obviamente os resultados não foram os melhores nas últimas corridas, mas acho que estamos fortes e que temos todos os motivos para estarmos confiantes. Tenho certeza de que, no domingo, vamos conseguir mostrar do que somos capazes”, rematou o alemão.

Comentários

Veja mais