Márquez e a renovação: “Já comecei a falar com a Honda mas não há pressa”

  • Redação Autoportal
| PC
Marc Márquez - GP Austrália (Lusa)
Marc Márquez - GP Austrália (Lusa)

Marc Márquez afirma que não precisa de mudar de equipa e que a Honda terá sempre prioridade quando decidir assinar o próximo contrato. Com o vínculo entre o piloto e a equipa campeões do mundo de MotoGP a terminar no final deste ano, o espanhol revelou que as conversas para a renovação já começaram, mas também que “sem pressa” pela sua parte.

“Parece que, a cada ano, as renovações ficam mais rápidas. Já comecei a conversar com a Honda, a discutir algumas coisas, mas não estou com pressa”, disse Márquez a respeito do seu calendário para 2018: “A minha prioridade era começar a pré-temporada, sentir-me confortável com a moto, ver as melhorias e confirmar que a equipa atendeu aos meus pedidos.”

Márquez assumiu assim, como noticia o «Motorsport.com» que esperou primeiro para ver como vai defender neste ano o título ganho em 2017: “Sempre me concentrei na mesma coisa: quero sentir-me confortável e ver que a Honda continua a trabalhar.”

“Muda-se de equipa quando normalmente se precisa de motivação extra, de nos sentirmos melhor ou alcançar melhores resultados. No meu caso, não sinto falta de motivação e os resultados estão a vir, o que significa que não preciso de mudar”, explicou Márquez.

Com tudo no sítio, a renovação está bem encaminhada: “Nesta altura, só conversei com a Honda. Sempre disse que a Honda terá prioridade em tudo porque é o que meu corpo e meu coração dizem.”

Comentários

Veja mais