MotoGP: Márquez de olho em Lorenzo e Zarco

Marc Márquez e Andrea Dovizioso
Marc Márquez e Andrea Dovizioso
partilha

O desempenho surpreendente de Andrea Dovizioso na temporada 2017, apanhou Marc Márquez de surpresa e por isso mesmo, o tetracampeão MotoGP vai manter uma mente aberta em relação aos potenciais rivais em 2018.

Entre os nomes que surgem na lista do piloto espanhol, figuram Johann Zarco e Jorge Lorenzo.

O francês da Tech3, que também está na mira dos pilotos Yamaha, vai procurar melhorar o desempenho no próximo ano. Potencial não falta, já que Zarco terminou a temporada 2017 no sexto lugar da geral.

Quanto a Lorenzo, o espanhol parte para o segundo ano com a Ducati. O companheiro de equipa de Dovizioso é peça-chave na estratégia da equipa italiana e promete fortalecer a parceria com o vice-campeão MotoGP.

"Não posso dizer apenas um nome, porque uma das coisas que aprendi nesta temporada é que é necessário considerar todos os pilotos da mesma maneira, ao mesmo nível", disse Márquez ao site oficial da MotoGP.

“Não esperava um Dovizioso assim, então, no próximo ano, vou concentrar-me ainda mais nele, assim como no Valentino [Rossi], o [Maverick] Viñales, [Dani] Pedrosa. Mas, também acho que o Zarco e o Lorenzo podem ser muito rápidos", assumiu.

Em relação ao futuro, Marquez não garante a continuidade na Honda.

"O meu contrato termina no final de 2018. Então aí será altura de negociar, falar com a equipa, com os patrocinadores… mas, claro, eu nunca esqueço que a Honda me deu a oportunidade de estar no campeonato mundial”, explicou."Vamos ver. De momento sinto-me muito bem na Honda”, garantiu.

Comentários

Veja mais