MotoGP: Márquez vence o GP das Américas sem contestação

  • Redação Autoportal
Marc Márquez (Lusa)
Marc Márquez (Lusa)

Foi com uma história curta que se fechou um fim de semana com muita história no GP das Américas de MotoGP. Marc Márquez venceu uma corrida sem contestação saindo para o comando na primeira volta a rodando segundo a sua «Lei» no Circuito das Américas, em Austin.

Há seis anos que o COTA integra o calendário do MotoGP. Há seis anos que o espanhol da Honda faz o melhor tempo da Qualificação e ganha a corrida. Nem a penalização de três lugares na grelha de partida, que o remeteu para a segunda linha impediu Márquez de impor a sua lei do mais rápido na pista do Texas.

Maverick Viñales (Yamaha) não conseguiu segurar a pole-postion recebida pelo castigo do compatriota e Andrea Iannone (Suzuki) arrancou bem para assumir o comando. Mas também Márquez partiu bem para o segundo lugar. E, ainda na primeira volta, o campeão do mundo tomou o comando da corrida. E preparou-se para descolar dos restantes.

A luta pelas posições ficou guardada para os lugares atrás do líder – cada vez mais rápido e distante. Viñales conseguiu chegar à segunda posição recuperando em relação a Iannone. Mas Valentino Rossi (Yamaha) não conseguiu melhorar em relação à quarta posição...

Na batalha pelo quinto lugar, Cal Crutchlow tirou a fava ao cair no erro maior que teve nesta disputa. E, a partir daí, na cauda da corrida ficou com o primeiro lugar do Mundial entregue. Quem o recebeu foi Andrea Dovizioso com o piloto da Ducati a bater Johann Zarco (Tech 3 Yamaha) na luta pelo quinto lugar para ser o novo líder do MotoGP. Para o francês ficou a consolação de ficar igualado com o inglês da LCR Honda no campeonato dos independentes.

E para fechar as contas, o campeão do mundo Márquez ganhou sem qualquer contestação a primeira corrida da época – que foi a 93 do #93 da grelha – e subiu à vice-liderança do Mundial comandado pelo vice-campeão Dovizioso.

Classificação do GP das Américas de MotoGP:

Classificação do Mundial de MotoGP:

1. Andrea Dovizioso (Ducati), 46 pontos

2. Marc Márquez (honda), 45

3. Maverick Viñales, 41

4. Cal Crutchlow (LCR Honda), 38

5. Johann Zarco (Tech 3 Yamaha), 38

6. Andrea Iannone (Sukuki), 31

7. Valentino Rossi 8Yamaha), 29

...

O filme da corrida.

Comentários

Veja mais