F1: Ferrari vai “melhorar controlo de qualidade” no rescaldo da Malásia

Sebastian Vettel - GP da Malásia
Sebastian Vettel - GP da Malásia

A Ferrari explicou oficialmente quais foram os problemas que os carros de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen tiveram no GP da Malásia do últ9mo fim de semana revelando que a qualidade dos componentes é um tema que passar a ser central na atenção da Scuderia de Maranello.

O engenheiro chefe da Ferrari explicou nesta sexta-feira que o que aconteceu com os SF70H de ambos os pilotos foi “o mesmo problema” e esteve relacionado com peças que ligam o compressor aos cilindros.

Mattia Binotto classificou o problema como “completamente inesperado”, pois nunca tinha acontecido “em toda a temporada” quer em testes quer na pista. “Houve algum problema de qualidade com as peças”, admitiu o engenheiro.

“Aconteceu duas vezes em toda a época, ambas na Malásia, por isso, condições extremas condicionaram toda a fiabilidade. Estamos a analisar, mas é algo que ainda precisamos de perceber melhor”, assumiu o italiano citado pelo «Crash.net»: “Nunca se pode estar totalmente seguro de se ter resolvido o problema.”

Sergio Marchionne já tinha adiantado que o controlo de qualidade na Ferrari iria ser melhorado e Binotto fez suas as palavras do presidente da casa italiana.

“Para melhorar o desempenho é preciso melhorar o carro no seu todo, mas é também preciso melhorar a organização. Estamos a pensar em algo que está planeado para melhorar o departamento de qualidade. É tão simples como isso”, afirmou Binotto.

Sem reticências, o engenheiro da Ferrari explicou a “parte da organização” de que Marchionne “estava a falar”: “O nosso departamento de qualidade vai ser reforçado.”

Comentários

Veja mais