F1 sem barbatanas e com câmaras 360° em 2018

McLaren
McLaren

A decisão de voltar a retirar as barbatanas de tubarão dos carros de Fórmula 1, após seu o regresso nesta época de 2017, parece estar definida. É o que os regulamentos referem e será essa a posição que vigorará por intransigência da McLaren.

A barbatana de tubarão – uma asa vertical por cima da tampa do motor – introduzida em 2008 deixou de ser usada em 2011, mas voltou nesta época. Já neste ano, começou a ser questionada novamente, falou-se em retirá-la, então, outra vez, mas terá havido equipas que recolheram depois a ideia contrária de que, afinal, manter-se-ia – com todas as consequências aerodinâmicas que implicam.

O diretor da Red Bull abordou a questão pelo lado do mal entendido. “Há cerca de um mês tivemos uma reunião e pensei que todos tinham acordado que íamos deixar a barbatana como estava e colocar ali o número [do carro]", afirmou Christian Horner citado pelo «GPUdate».

“E depois como é costume saímos da reunião e as coisas mudaram”, disse o responsável da Red Bull com referência explícita ao diretor executivo da McLaren: “O Zak [Brown] decidiu que não conseguia ver a asa traseira – obviamente, angariou um patrocinador principal para o próximo ano e está a tentar obter o máximo de visibilidade que puder e, por isso, a McLaren apresentou outra variante.”

Horner não deixou de advertir que “redunda no que estiver no regulamento, que é nenhuma barnatana”, mas a McLaren também não deixou de frisar que é isso mesmo que defende. A equipa britânica fez questão de pronunciar-se pelo diretor técnico, Eric Boullier.

“Não percebo por que foram todos fazer uma coisa diferente dos regulamentos. Foi votado há meses prosseguir sem barbatana de tubarão. Alguns pensaram que mudaria outra vez e quiseram manter esta grande barbatana e depois foi discutido ter uma barbatana tipo-Mercedes”, de menor dimensão, como contou Boullier sobre um tema em que a equipa de Wokig se manteve intransigente na eliminação das atuais barbatanas: “No final, limitámo-nos a lembrar todos o que foi votado há seis meses. É isto.”

Câmaras novas

Outra das novidades agora anunciadas está relacionada com a introdução do halo em 2018 no que à colocação respeita. “Há uma câmara 360° que será colocada no carro do próximo ano, no topo do chassi, que dará uma perspetiva diferente das coisas”, revelou o diretor técnico da Force India.

Andrew Green acrescentou que este novo dispositivo vídeo “estará mesmo em frente do halo”.

Comentários

Veja mais